No próximo mês de março o agropecuarista João Apoloni, 78 anos, de Quarto Centenário, será condecorado com a mais alta honraria concedida a um paranaense do Estado do Paraná: o Título de Cidadão Honorário do Paraná, em reconhecimento a importante contribuição ao Estado do Paraná, através de sua atividade econômica, o agronegócio, setor que sustenta a economia do Paraná.

A sessão solene em Goioerê será no próximo dia 1º de março, na Aceng. Será presidida pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado Ademar Luiz Traiano, além de dezenas de outras autoridades. O Projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa é de autoria do deputado estadual, Ratinho Junior.

A homenagem ao agropecuarista João Apoloni está pautada em sua história de vida, cuja família escolheu o Paraná para recomeçar a vida, quando João Apoloni tinha apenas 7 anos. Veio de Getulina, no interior de São Paulo. Foi no Paraná que construiu uma história de sucesso. E, hoje, é considerado um dos maiores produtores agrícola do Paraná.

Sua visão empreendedora o tornou um dos produtores rurais mais fortes do Paraná. Sua Fazenda Boa Sorte, localizada em Quarto Centenário, é considerada modelo em tecnologia e modernização, assim como as demais propriedades espalhadas pelo Paraná e Mato Grosso alcançando recordes de produtividades.

GOIOERÊ E QUARTO CENTENÁRIO

João Apoloni chegou em Goioerê no ano de 1953. Em 1958 mudou-se para o distrito de Quarto Centenário, onde instalou a Casa Alvorada, atuando no setor de secos e molhados.

Foi eleito vereador para a Legislatura de 1969/73, como representante de Quarto Centenário onde, como vereador conseguiu levar linhas telefônicas até o então distrito de Quarto Centenário, dentre muitas outras conquistas.

Em Goioerê participou das instalações de três usinas de beneficiamento de algodão:Companhia Industrial Piquiri, que mais tarde foi comprada pela Cooperativa Coagel; Irodusa em Quarto Centenário, e McFadden (Goioerê) que juntas  geraram centenas de empregos e incentivou o desenvolvimento da cultura do algodão, período em que Goioerê ficou conhecida como a “Capital do Algodão”.

Contribuiu para a instalação do Campus da UEM de Goioerê. E, com um grupo de amigos finalizaram a construção do Edifício Águas Claras, cujas obras estavam paralisadas por falta de recursos.

Já em Quarto Centenário teve uma atuação destacada. Entre os legados, liderou a instalação da Escola do Ensino Médio Estadual e a construção da Igreja Matriz daquele município. Foi pioneiro na destinação de parte do Imposto de Renda para entidades beneficentes, cuja ação que realiza até os dias atuais, tendo destinado importantes recursos para a consolidação do Campus da UEM através do Imposto de Renda.

TÍTULOS RECEBIDOS

O agropecuarista João Apoloni foi condecorado com outras importantes homenagens ao logo de sua vida. Entre elas:

- Em 2001 recebeu o “Título de Cidadão Honorário de Quarto Centenário”.

- Em 2012, recebeu a “Medalha Coronel Sarmento”, considerada a maior condecoração da Polícia Militar do Paraná, da qual recebeu pelos relevantes serviços prestados à 2ª Cia da Polícia Militar, com sede em Goioerê.

- Em 2014 recebeu o “Prêmio Personalidade Empreendedora do Paraná”.

PRADO PANIFICADORA
PainiAdvogado
FERNANDO LINO
JR Lava Jato
PRIME2
DEPOSITO JAPURA lateral

Who's Online 

Temos 87 visitantes e Nenhum membro online

redezabini
Restaurante do toninho
NICOLASGAZS1
novo 4
Novo 5

Rádio Qcnews

Scroll to top