O Corinthians viu sua invencibilidade em jogos oficiais na temporada bem perto de ser encerrada, na noite de quarta-feira, em Sorocaba. A equipe foi extremamente agressiva no segundo tempo, no entanto, e buscou o empate por 1 a 1 com o São Bento com um golaço de André.

A primeira bola na rede do centroavante com a camisa alvinegra levou sua equipe aos 14 pontos, com a liderança do Grupo D e a melhor campanha do Campeonato Paulista. A formação do interior, também invicta no Estadual, é a primeira colocada do Grupo A, com dez pontos.

O organizado São Bento criou problemas para o muito mexido Corinthians – que encontrava dificuldades pelos erros de Willians, Maycon e Romero – e abriu o placar em um chute de Rossi, com desvio que matou Matheus Vidotto. Após o intervalo, o Corinthians chegou a levar chute no travessão antes de partir para cima.

Entraram Rodriguinho, Lucca e Luciano, todos bem. Desde os 21 minutos da etapa final, os visitantes atuaram em nenhum volante de origem, com Rodriguinho fazendo as vezes de cabeça de área. Muito agressivos na busca pelo empate, acabaram sendo premiados já no final.

Foi aos 43 que uma bola sobrou na entrada da área para André – com reclamação do São Bento de falta de Guilherme. O centroavante dominou no peito, acertou um chute preciso no ângulo direito de Henal e manteve seu time com uma campanha imaculada por derrotas.

O técnico Tite celebrou a atuação e tirou conclusões importantes do confronto. É muito provável que tenha chegado ao fim o período de Romero como titular, que deve acompanhar o garoto Maycon ao banco de reservas. Do outro lado, ganharam pontos o estreante Balbuena, o jovem Guilherme Arana e o recuperado Luciano, que atuou pela primeira vez após seis meses. O herói André não se resumiu ao golaço.

André acertou um chute no ângulo aos 43 minutos do segundo tempo (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Busca pelo ataque é premiada com empate
O São Bento começou a partida criando problemas para o Corinthians apertando sua saída de bola. Os visitantes até conseguiram sair do campo de defesa e devolver o favor após os minutos iniciais, mas acabaram sendo castigados justamente no momento em que estavam melhores.

Aos 21, Serginho Catarinense bateu falta da esquerda, cortada por Edílson. Rossi ficou com a sobra na entrada da área e resolveu arriscar sem deixar a bola cair. Deu sorte e contou com o desvio em Guilherme Arana para ver a bola entrar no canto direito de Matheus Vidotto.

O Corinthians buscou o jogo no restante do primeiro tempo, contando com boas passagens dos laterais e uma produção satisfatória de Giovanni Augusto. Não ajudavam, no entanto, os erros de passe de Willians e Maycon nem a jornada de Romero que fazia recordar seus piores momentos.

No intervalo, Tite trocou Maycon por Rodriguinho. Houve uma mexida no posicionamento do meio-campo, e o São Bento quase aproveitou, em chute de fora da área de Éder no travessão. O comandante alvinegro não demorou a sacar Romero, apostando em Lucca.

 

 

A formação do Parque São Jorge passou a buscar mais agressivamente o gol, perdendo boas chances com Guilherme e Rodriguinho. E se tornou ainda mais agressivo com a entrada do atacante Luciano, ainda aos 22, no lugar do volante Willians. Rapidamente, Luciano tramou com Guilherme, e Lucca errou o cabeceio sem goleiro.

O Corinthians se manteve pressionando, alternando bem as jogadas pelos lados e as chegadas pelo meio. O São Bento chegou a se sentir brevemente confortável até a investida final alvinegra. Os visitantes apertaram até os 43, quando Edílson cruzou da direita, e a bola ficou sendo disputada pelo alto. Sobrou para o preciso André.

FICHA TÉCNICA
SÃO BENTO 1 X 1 CORINTHIANS

Local: estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)
Data: 24 de fevereiro de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Ricardo Pavanelli Lanutto e Márcia Bezerra Lopes Caetano
Público: 8.156 pagantes
Renda: R$ 570.330,00
Cartões amarelos: Bebeto, Pitty e Anderson Cavalo (São Bento)

Gols:
São Bento: Rossi, aos 21 minutos do primeiro tempo
Corinthians: André, aos 43 minutos do segundo tempo

SÃO BENTO: Henal; Bebeto, Pitty, João Paulo e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Éder, Rossi (Fernandinho), Serginho Catarinense (Alê) e Morais; Edno (Anderson Cavalo)
Técnico: Paulo Roberto Santos

CORINTHIANS: Matheus Vidotto; Edilson, Felipe, Balbuena e Guilherme Arana; Willians (Luciano), Giovanni Augusto, Guilherme, Maycon (Rodriguinho) e Romero (Lucca); André
Técnico: Tite

PRADO PANIFICADORA
PainiAdvogado
sagaz pequeno
FERNANDO LINO
JR Lava Jato
PRIME2
DEPOSITO JAPURA lateral

Who's Online 

Temos 68 visitantes e Nenhum membro online

redezabini
Restaurante do toninho
NICOLASGAZS1
novo 4
Novo 5

Rádio Qcnews

Scroll to top