A persistência é uma marca do Corinthians no início da temporada.  

O campeão brasileiro em reconstrução marcou seis de seus 11 gols a partir dos 83 minutos de jogo, o que se repetiu na noite de sábado contra o Oeste. Desses seis, cinco interferiram diretamente no resultado da partida (ver abaixo). São os resultados que trazem alívio para Tite encontrar o rumo em 2016. 

"A ideia é montar 11 jogadores. Minha ideia de futebol é repetir posição e função", comentou depois de vencer o Oeste com gol de Rodriguinho aos 91min.

É provável que Tite mantenha todos os jogadores de linha e promova apenas o retorno de Cássio no gol para o compromisso de quarta-feira pela Copa Libertadores. Mas ele entende que ajustes são necessários a partir do jogo contra o Independiente Santa Fe-COL.

Entre os deveres está o entrosamento com André, descobrir qual a melhor função para Giovanni Augusto ou ter mais claro quem será o substituto de Elias, machucado. Mas o principal desses ajustes talvez seja o encaixe de Guilherme à equipe.

 

Atacante de origem, meia-atacante nos últimos anos da carreira, ele tenta agora ser um meio-campista de área a área, como era Renato Augusto. É um desafio para o jogador e para o treinador, que teve sucesso em trabalho parecido com o Rodriguinho. "Contra o São Bento (quarta passada), ele foi muito bem nessa função. Hoje foi um pouquinho abaixo", analisou Tite. Guilherme atuou até o final na quarta-feira mas, no sábado, precisou sair aos 12min do segundo tempo. 

 

Por outro lado, Tite vê pontos positivos com tantos gols marcados no fim. Ressalta a concentração dos atletas, a precisão, o preparo físico para resistir até o último instante e como as adversidades podem fazer o novo time amadurecer.

 

"Não tem construído oportunidades por sorte. Vou repetir: tem construído os resultados ao longo do jogo", disse. "É uma equipe em formação e tem espaço de crescimento, de entrosamento e o quanto vai crescer e passar por adversidades. Pressão também é aprendizado. É manter nível de concentração. Mostra uma equipe mentalmente forte e focada", resumiu. 

 

Seis dos 11 gols do Corinthians em jogos oficiais foram no fim:

27/2 - Rodriguinho aos 91min em Corinthians 1 x 0 Oeste

24/2 - André aos 89min em São Bento 1 x 1 Corinthians

21/2 - Giovanni Augusto aos 83min em Ferroviária 2 x 2 Corinthians

17/2 - Escalona (contra) aos 91min em Cobresal-CHI 0 x 1 Corinthians

14/2 - Yago aos 86min em Corinthians 2 x 0 São Paulo

31/1 - Romero aos 92min em Corinthians 1 x 0 XV de Piracicaba

PRIMEBURGUER
PainiAdvogado
sagaz pequeno
jrlavajato2017
Novodr.fernandoLino

Who's Online 

Temos 70 visitantes e Nenhum membro online

redezabini
NICOLASGAZS1
CENTER FM Novo 1 direita

Rádio Qcnews

Scroll to top