A aparente ausência de novidade da nova pesquisa do Datafolha sobre a eleição presidencial, divulgada nesta segunda-feira, mesmo depois da bomba das delações da JBS, esconde alguns indicadores importantes.

Doria

Um dos que mais têm motivos para comemorar é o tucano João Doria. Depois de quase seis meses à frente da prefeitura de São Paulo, o “gestor” manteve um bom patamar na pesquisa (10%), ainda mais para um novato, e continua com a rejeição baixa (20%), a segunda menor entre os 12 candidatos avaliados pelo instituto.

E isso logo depois de o prefeito ter declarado o “fim da cracolândia”, só para vê-la ressurgir horas depois, e da alta dos acidentes nas marginais, como provável consequência do aumento da velocidade autorizado pelo tucano.

O outro vencedor da pesquisa é o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), assim como Doria um representante da direita que não tem vergonha de ser direita, ainda que haja nuances relevantes entre os dois.

O levantamento mostrou que o deputado federal, que triplicou suas intenções de voto desde dezembro, é um fenômeno que veio para ficar. Bolsonaro, no entanto, nem de longe enfrenta o mesmo escrutínio que o tucano, e pode começar a ceder quando ficar no centro do palco, ou do picadeiro. Sua rejeição já é a terceira maior, atrás apenas de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de Geraldo Alckmin (PSDB).

Sobre Lula, vale o que já foi dito. O petista está no patamar histórico onde sempre esteve antes de chegar à Presidência, de cerca de 30% do eleitorado que parece não ligar para as provas de corrupção que o cercam. Sua condenação nos próximos dias pelo juiz Sergio Moro (o único que o derrotaria no segundo turno) não deve mudar isso. A rejeição perto de 50%, que não para de aumentar e ainda pode ganhar alguns pontos, reforça que sua eleição seria muito difícil num segundo turno contra um candidato viável.

PRIMEBURGUER
PainiAdvogado
sagaz pequeno
FERNANDO LINO
JR Lava Jato

Who's Online 

Temos 92 visitantes e Nenhum membro online

redezabini
Deposito Japura01
NICOLASGAZS1

Rádio Qcnews

Scroll to top